Popular Post

Posted by : JF



"Antes de começarmos a disfrutar deste magnifico almoço, oremos com fim a agradecer a nosso senhor por esta refeição". PVD disse, levantando-se do seu lugar, e projectando a voz para que todos o ouvissem. 

Surpreendentemente a maioria começou a rezar.

José Socrates, como agnóstico, e MR, JF e Space Aye como ateus ficaram calados á espera de que eles acabassem.

"Não foi Deus! Fui eu que cozinhei! Fui... o Sócrates é o meu pai, e o Diogo Infante é a minha mãe!", ouviu-se a voz do Emplastro.

Curiosamente o detetor de mentiras não desmentiu o que ele disse, mas os seguranças de José Sócrates tiraram-no imediatamente dali antes que este abrisse mais a boca.

"Bom, continuando, por mera curiosidade gostaria que cada um de vós me dissesse de que se abstiveram durante esta quaresma?", perguntou PVD.

Por momentos houve um silêncio na sala, até que Aníbal Cavaco Silva começou dizendo "Bolo-rei", "Pasteis de nata", continuou Álvaro. 

"Chocolate" respondeu Vitor Gaspar. "Acho que teria sido mais saudável se se tivesse abstido de décimos terceiros meses, não acha?" perguntou JF. 

Após os restantes terem respondido excluindo os não Católicos, tinha chegado a vez de Passos Coelho, este que tambem era Católico mas explicou que não se tinha abstido de nada. "Podia se ter abstido de enganar o povo, sempre era melhor" Comentou Space Aye.

Depois de satisfeita a curiosidade do PVD, começou o almoço própriamente dito, Cavaco Silva queixava-se de como apesar do cabrito estar bom não se comparava ao bife tártaro que costuma comer ao almoço. 

Álvaro Santos Pereira comia com o máximo de velocidade possível, via-se nos olhos seus olhos que este desejava chegar á sobremesa para comer o seu pastel de nata habitual. 

Já Passos Coelho e Vítor Gaspar comiam enquanto falavam sobre décimos-terceiros meses e em como aumentar o desemprego. "O novo código laboral deve servir... ", ouvia-se Vítor Gaspar dizer. 

Já Mário "Speedy" Soares falava com Sócrates sobre as suas atividades ilegais, nomeadamente corridas na ponte Vasco da Gama. 

Depois o tema passou para o Socialismo quando começaram a debater a designação do Partido Socialista. "Irónico", pensava MR, "toda a gente sabe que aqueles dois tinham trancado o socialismo numa gaveta e escondido a chave". 

Era um almoço animado no qual não faltavam conversas paralelas. Os ladrões, perdão, políticos não se cansavam de falar, e enquanto isso Isto PVD entretinha-se a tentar converter os outros Gárgulas, Passos Coelho interrompeu dizendo que se não o fizessem seriam penalizados.

"Se não o fizerem eu cortaro-vos o 13º mês até 2014!" Disse Pedro Passos Coelho, tentando chantagear os jovens cronistas.

"Mas não é o que já planeia fazer? E para além do mais, nenhum de nós está empregado." Disse JF. 

"Bolas... senão o fizerem vendo a EDP aos chineses!" Passos Coelho contra-atacou. "Essa já foi vendida..." Exclamou Space Aye. 

"Hmm... vendo a Brisa aos chineses!" Passos Coelho disse tentando com que estes cedessem. 

"Eu quero lá saber da Brisa..." Disse MR. 

"Isto está mesmo dificil... já sei, se vocês não se converterem para Católicos eu dou-vos acções do BPN!" tentou Passos Coelho novamente e de seguida surgiu um breve momento de silencio. 

"Como é que é mesmo isso da conversão?" perguntou Space Aye. 

"A que horas é para estar na Igreja?" perguntou MR. " Que fixe! Quantas acções me vai dar?" perguntou JF. 

"Opá não vês que isso é uma armadllha, não sejas estúpido aquilo está cheio de dividas!" disse Space Aye alertando JF. 

"Não faz mal, eu prefiro assim, sempre ganho alguma coisa, pode ser que até tenha sorte". JF disse e entusiasmado começou a negociar com Pedro Passos Coelho.


Entretanto chegou a altura mais aguardada, a da sobremesa... Os olhos do Álvaro brilhavam ao ver  o tabuleiro cheio de pastéis de nata.

"Sabe, ficar quarenta dias sem comer pastéis de nata foi demais para mim. Agora vou-me vingar!" diz o Álvaro a MR antes de meter 3 pasteis de nata na boca.

"Esses pasteis de nata estão bons, sr.Ministro?", pergunta MR.

"Estão excelentes! Estes pastéis de nata 'made in Canada' são demais!", diz enquanto mete mais pasteis de nata na boca. "'made in Canada'? Mas não deviamos estar a exportar em vez de importar, sr.Ministro?", pergunta MR.

"Mas nós exportamos... Os portugueses que fizeram estes pastéis de natas são os mesmos que o Pedro mandou emigrar", respondeu o Álvaro.

MR olha para ele estupefacto sem palavras, Space Aye continua a debater-se com a possibilidade de ter que se converter para o Catolicismo, Enquanto JF negoceia com Passos Coelho. 

"Sabe que aquele Formula 1 que você comprou é demasiado despendioso para o Estado... por isso vamos ter que tomar algumas medidas extraordinárias. Vamos fechar a Maternidade Alfredo da Costa. Veja lá da próxima vez se escolhe algo mais barato como um Marserati ou coisa parecida", diz Vítor Gaspar de forma vagarosa, irritado com Mário Soares.

Cavaco Silva começa a comer bolo-rei. PVD espantado, pergunta-lhe "Bolo-rei? Na Páscoa?".

"Porque não? Meu filho, tão pouco importa... regra nº1 do cavaquismo: nunca é uma má altura para comer Bolo-rei, nunca...", disse Cavaco Silva.

"Mesmo típico do professor... O que está a dar é os pastéis de nata" diz o Álvaro.

 "Modernices!", exclama Cavaco Silva claramente insatisfeito com o que o Álvaro lhe disse. "Não devias de o ter deixado sair do Gabinete! Ele só diz disparates." diz Cavaco Silva a Passos Coelho.

 "Mas o que se passa? Ele começou a falar de criar empregos outra vez?", pergunta Passos Coelho. "Não! Ele começou a falar de pastéis de nata", responde Cavaco Silva. 

"Ainda bem... ", diz Passos Coelho enquanto põe um pastel de nata na boca e o come,"Estava a ver que ele já estava a reclamar daqueles fundos do QREN outra vez...".

Enquanto todos conversavam entre si, Pedro Passos Coelho dirigindo-se para a porta de entrada da grande sala onde estava a decorrer o almoço, pede a atenção de todos e começa a discursar. "Caros Portugueses! Esperei tanto por esta altura, altura esta mais propicia para vos revelar algo que já vos devia ter revelado á imenso tempo..." Nisto uma seringa atinge o pescoço de Passos Coelho. 

"Esqueceu-se de tomarrr a medicação", disse Angela Merkel, revelando a sua figura após ter injectado o primeiro-ministro.

"Eu, sou... o coelhinho da Páscoa" Foram as últimas palvras de Passos Coelho antes de cair no chão da sala. "Clarramente... esqueceu-se de tomarrr a medicação", diz Merkel. 

Leave a Reply

Comentem pá, um bom comentário motiva a malta!

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

- Copyright © Os Gárgulas - Date A Live - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -