Avançar para o conteúdo principal

Ora muito bem

Hoje caros Gargulistas (aparentemente tornou-se este o termo em voga para os nossos caríssimos, estimadíssimos, belíssimos e sem mais nada para fazer-íssimos leitores), venho falar-vos de um assunto muito importante e que surge de vez em quando. Um assunto de tal forma importante que à mais de um mês que me preparo para falar dele convosco. Falarei sobre algo que irá mudar a vossa vida como alguma vez a conheceram, e a experiência de ser humano. Vou-vos falar, portanto, do assunto sobre o qual vos vou falar. Vou falar sobre...


Expectativas - ou no termo inglês, hype. Este sentimento é essencial, tanto no mundo dos negócios como no mundo dos humoristas. Porque? Exactamente porque à medida que uma expectativa cresce também a percepção da declaração em si se altera. Por exemplo, partilho-vos a minha experiência.

Aqui à coisa de um mês, num dos nossos encontros de Gárgulas onde passamos o nosso tempo empoleirados do topo de uma igreja a afastar os espíritos do mal com as nossas piadas secas (aposto que sempre pensaram que era a cara das gárgulas que era suposto afastar os espíritos malignos. Saibam que não, são as piadas secas, que eventualmente mirram as gárgulas até parecerem pedra.) lá vem o Space_Aye perguntar-me quando é que volto a fazer um post. Digo então que o farei depois de algumas semanas. Continuamos a encontrar-nos, e de cada vez continuo a implantar mas a ideia de um post - de este post - na cabeça dele, e eventualmente, na do JF. E hoje, finalmente, escrevo o post. E cá está ele, uma lição sobre expectativas. Se o meu humor fosse mais britânico, saberia uma maneira melhor de acabar aqui a piada e deixar-vos a pensar sobre isso, e a imaginar a cara do Space e JF em casa a pensar "Mas que raio é que foi isto?!", mas não vou. Sinto que vos devo compensar com mais uma revelação, por isso aqui vai.

A verdade, caros Gargulistas, é que eu sou vidente (vidente, e não bidente, se bem que se fosse se calhar dava jeito para quando fosse abrir latas de conservas. Enfim). Não acreditam que eu sou vidente? Muito bem, então vou prová-lo agora. Eu estou a ver o futuro.... eu prevejo... que não estás muito impressionado com a minha previsão! Vês Gargulista, uma previsão com 100% de certeza.


Ah, e só uma nota final. Podem ter reparado que não fiz uso do acordo ortográfico ao longo do post. Isso deve-se ao facto de eu achar que uma pessoa que não ouça os "c" e "p" antes do "t" etc. não tem um bom ouvido para o português. Isso e porque esta ***** de acordo deixa-nos com pérolas como o país do Egito, cujos habitantes são os egípcios.










E sim, estive a desperdiçar-vos o tempo.





(Céus, à séculos que não dizia isto.)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Porque odeio espanhóis

Se eu fosse o PVD, a resposta ao título deste post poderia ser apenas uma frase: "porque sou português".Mas como eu faço posts minimamente decentes (hein, PVD?) vou escrever mais duas ou três. A razão para eu fazer este post (além do facto de este blog já estar a ganhar baratas) prende-se com o facto de eu estar prestes a partir de férias (ou seja, contem com mais baratas pelo menos até pra semana). Férias...para Espanha, obviamente. Porque é para lá que os pobres como eu passam férias fora. No entanto, estou convencido que a viagem vai ser um martírio, uma vez que como vou de autocarro, e a minha chegada está prevista para 13 horas (não às 13h mas depois de 13 horas de viagem!). Por isso decidi levar a biblioteca de Alexandria comigo. Não foi fácil, visto que aquilo estava tudo queimado e debaixo de água, mas lá consegui pegar nuns calhamaços velhos e trazer comigo. Mas apesar de estas 13 horas parecerem muito, não me espanta. Afinal de contas, é provável que o motorista resolva…

Pornografia Portuguesa

Uma das coisas que eu tenho vindo a reparar é na falta de actores portugueses, está bem que não existe talento em Portugal muito menos na área do espectáculo, mas será que não podem aproveitar alguns actores dos caixotes do lixo (morangos com açúcar) Porque já que não existem actores de jeito nem aqueles que já andam a dever anos á cova (Nicolau Breiner). Podiam ser aproveitados os melhorezitos pois chateia imenso ir ao cinema ver um filme português, é que vocês não sabem o que isso é porque são malta fixe que não vai ver esse tipo de filmes.
O que é que vos vêm á cabeça quando pensam em filmes portugueses, é ou não é “pornografia” o que vos vem á cabeça? É não é? Eu sabia! Mas vocês têm razão, quando um filme portugues vai para o cinema pensamos logo é pornografia, mas nunca temos a certeza, por isso vamos ver aos créditos e procuramos pelo nome “Soraia Chaves” pois esse é o nome que nos tira as dúvidas, se ela entra então o filme é mesmo pornográfico.
Então lá vamos nós todos conte…

Como fazer um filho?

Em primeiro lugar, filhos assim como desculpas não se fazem/pedem, evitam-se. Vou ser sincero, comecei a escrever isto só mesmo para dizer o que disse. Se bem que esta questão faz me lembrar os copos do Mc Donald’s.Gargulista - Ter filhos anda te a fazer lembrar os copos do Mc Donald’s? Mas que raio fazes tu no Mc Donalds?Não é nada disso, refiro-me apenas a esta imagem:Já viram se os preservativos viessem com instruções do género? Eu sei que já vêm com instruções, vejam lá se percebam o que estou a tentar dizer.Tire o material para foraSe quiser fazer um filho não use isto.Acho que este tipo de instruções servem para nos chamarem de burros indiretamente. Qual é a vossa opinião a respeito disto? Precisam de instruções ou estão bem sem elas?Para quem quiser ter um filho, acho que não precisam de instruções mas só para o caso.Dê uma semente á sua mulher.Espere 9 meses.Leve-a para um hospital.Já ouvi reclamações, muitos dizem que este método não funciona muito bem, caso não resulte:Envie…